Atenção você que aguarda o novo concurso público da Polícia Federal (PF)! Na última semana, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, anunciou autorização do novo certame.

Contudo o documento de autorização precisou passar por alguns ajustes para ser publicado no Diário Oficial da União.

De acordo com o Ministério do Planejamento, há a expectativa de autorização de 500 vagas para candidatos de nível superior e salários e salários de até R$ 30 mil!

Previsão do edital

O documento que autoriza a realização do concurso PF 2018 é esperado para os próximos dias. Geralmente, quando um concurso tem sua portaria de autorização publicada no Diário Oficial, é estipulado o prazo de até seis meses para divulgação do edital. Sendo assim, o edital da PF seria publicado obrigatoriamente até setembro.

Sem contar com o fato de que o Concurso para a Polícia Federal é de extrema urgência, devido ao déficit enorme que a entidade enfrenta atualmente; a necessidade realmente é imensa e tem prejudicado em demasia que o trabalho da PF seja feito de forma satisfatória.

Diante deste cenário é provável que o edital seja divulgado ainda no primeiro semestre!

Distribuição das vagas

De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (FENAPEF), Luís Antônio Boundes, a corporação já definiu a distribuição das 500 vagas autorizadas pelo governo.

De acordo com ele, as oportunidades serão divulgadas para Agente Policial (220 vagas), Delegado (140 vagas), Perito Criminal (50 vagas), Escrivão de Polícia (60 vagas) e Papiloscopista (30 vagas).

Quem pode fazer o Concurso PF?

Para quem optar pelos cargos de Agente e Escrivão saiba que é necessário ter ensino superior completo em qualquer área de formação. Os salários iniciais para estas carreiras são de R$ 11.897,86, já com auxílio-alimentação.

Para Perito é necessário formação de nível superior em áreas específicas, já para Delegado o candidato precisa ser bacharel em direito. A remuneração inicial para ambos os cargos será de R$ 22.655,68, chegando a R$ 31.394,91 no topo da carreira.

 

Fonte: GN CONCURSOS