Você que deseja concorrer ao cargo de juiz federal no concurso TRF 3  já pode se inscrever no site do próprio órgão e custa R$200. O prazo é até o dia 09 de Maio.

Edital concurso TRF 3

O edital do concurso Juiz Federal TRF 3  foi publicado na última quinta-feira,05 de Abril. O certame compreende as Seções Judiciárias dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

São 107 vagas sendo 5 vagas para  pessoas com deficiência e 21 a candidatos que se autodeclararem negros ou pardos na inscrição preliminar.

Requisitos

Para concorrer ao cargo é necessário cumprir com os seguintes pré-requisitos, essenciais:

  • ser bacharel em Direito há três anos, no mínimo, por instituição de ensino superior, oficial ou reconhecida, com diploma registrado na forma da lei;
  • ter, na ocasião da inscrição definitiva, 03 anos de atividade jurídica, exercida após a obtenção do grau de bacharel em Direito;

Inscrições (09/04 a 08/05)

As inscrições estarão abertas a partir das 12 horas do dia 09 de abril até às 18hs do dia 08 de maio de 2018.

A taxa de inscrição é de R$ 200,00 que deve ser paga até o dia 09 de maio de 2018, exclusivamente no Banco do Brasil.

As inscrições devem ser feitas no site do próprio órgão.

Prova 10/06

A previsão de datas para a realização das provas são:

Prova Objetiva Seletiva – 10 de junho de 2018 (domingo);

Prova Discursiva – 12 de outubro de 2018 (sexta-feira);

Prática de Sentença de natureza civil – 13 de outubro de 2018 (sábado);

Prática de Sentença de natureza criminal – 14 de outubro de 2018 (domingo).

Lembrando que também haverá prova de títulos.

As provas

Prova Objetiva

Esta prova durará em torno de  5 horas e compreenderá 100 questões objetivas, distribuídas em três blocos de disciplinas:

BLOCO I (35 questões)

Direito Constitucional;
Direito Previdenciário;
Direito Penal;
Direito Processual Penal;
Direito Econômico e de Proteção ao Consumidor.

BLOCO II (35 questões)

Direito Civil;
Direito ProcessualCivil;
Direito Empresarial;
Direito Financeiro e Tributário.

BLOCO III (30 questões)

Direito Administrativo;
Direito Ambiental;
Direito Internacional Público e Privado.

Para ser habilitado na prova objetiva, o candidato deverá acertar, no mínimo, 30% das questões de cada bloco e 6o% total de questões.

Serão classificados para a próxima fase, os 200 melhores colocados se o concurso tiver até 1500 inscritos ou os 300 candidatos de maiores notas se o certame ultrapassar 1500 inscritos.

Os empates serão respeitados. Serão divulgadas listas próprias para os candidatos à reserva de vagas para pessoas com deficiência e autodeclarados negros.

Provas escritas

As provas escritas, de caráter discursivo, terão duração máxima de 5 horas e serão realizadas em dias distintos.

Primeira Prova (Discursiva)

I) Questões relativas a noções gerais de Direito e formação humanística;
II) Questões sobre quaisquer pontos do programa específico do respectivo ramo do Poder Judiciário nacional.

Segunda Prova (Sentença)

A segunda prova será aplicada em dois dias e consistirá na elaboração de duas sentenças, uma cível e outra criminal.

Nas provas escritas será permitida a consulta à legislação não comentada ou anotada.

Cada prova valerá até 10 pontos. Para passar à próxima fase, os candidatos devem atingir, na prova discursiva e nas duas provas de sentença, a nota mínima de 6 pontos.

Prova oral

Após a fase de Inscrição Definitiva, os candidatos serão convocados para a Prova Oral. O programa será divulgado com a antecedência mínima de 5 dias antes da data prevista para a prova.

Os candidatos serão arguidos, por cada examinador por até 15 minutos, sobre temas constantes no programa das provas discursivas. A nota será computada de 0 a 10 pontos em cada arguição, e depois será feita a média das notas. Para ser considerado aprovado, o candidato deverá atingir a nota mínima de 6 pontos.

Avaliação de Títulos

A documentação relativa aos títulos, que incluem atividades profissionais e acadêmicas, deverá ser entregue na fase de Inscrição Definitiva, onde também se comprova que o candidato está de acordo com os requisitos para o cargo.

Será atribuída a nota máxima de 10 pontos para os títulos. Confira a lista completa no arquivo do regulamento que disponibilizamos no fim da página.

Cálculo da média final

A média final do concurso será calculada de acordo com a seguinte ponderação:

I) Prova Objetiva Seletiva: peso 1;

II) Provas Escritas (2)peso 3 para cada prova;

III) Prova Oral: peso 2;

IV) Prova de títulos: peso 1.

 

Fonte: Folha Dirigida e Estratégia Concursos